Melina Perez

    Compartilhe
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Sex Ago 05, 2011 1:41 am

    Uns aninhos depois da sua carreira com diva ter terminado, andava por ai sem nada para fazer em relação ao que ela mais gostava, até ao dia em que recebe uma chamada anónima a convida-la para regressar a nova UWA.

    Muito indecisa se haveria de voltar ou não fica muito pensativa, mas ao mesmo tempo até quer aceitar hesitando dar um sim como resposta decide ir em frente.


    Bem agora é que vão ser elas, vai tudo voltar a ser como antes.
    Mas será que ainda estou em forma? Não pode ser assim tão difícil voltar a ser o que já fui em tempos.
    Era uma grande diva, uma grande lutadora, metia medo a algumas pessoas que por ali andavam sem fazer nada, mas também tinham acontecido coisas que me desiludiram muito e fizeram com que mmuita gente deixa-se de ter respeito por mim.
    Tenho que voltar a ganhar esse respeito que em tempos já tive, pois durante estes anos todos eu tive que me formar noutras coisas e fazer essas mesmas coisas e tive que me aguentar com todas as injustiças que tinham ocorrido a minha volta.

    A minha carreira de lutadora já não dava com nada pois não iria para uma federação qualquer, foi então que decidi me formar noutra carreira como a de medicina, ao terminar esta carreira estive em formação num hospital.

    Conheci muita gente e ajudei muitas pessoas que estavam muito mal ou até mesmo nas portas da morte.
    Cresci muito nessa altura e ao mesmo tempo aprendei como fazer as coisas sempre em condições e sem deixar com que os outros voltem a passar por cima como em tempos tinha acontecido.


    As pessoas todas que conheci , souberam aquilo que me tinha acontecido na WWE e sempre me deram força para voltar a fazer o que mais gostava e não desistir só porque tinha acabado aquela federação e muito menos por causa de gentinha como a que havia por lá.

    Nunca quis dar importância ao que diziam sobre a federação, mas naquele momento da chamada veio tudo cabeça principalmente todas as injustiças.
    Falei com pessoas que sempre acompanharam o meu percurso, ao longo dos anos.
    Essas mesmas pessoas disseram que tinha feito muito bem ter aceite o convite, e que sempre fazia falta lá.

    “Há só mais uma coisa entra com o pé direito e mostra as tuas colegas aquilo que tu és e que não voltaram a passar-te por cima.”
    O que me fui lembrar
    ?!?!?!?!?!



    Ps: Estou a tentar criar uma boa personagem...espero que depois percebam....
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Sab Ago 06, 2011 12:17 am

    Quando Melina se dirigia para a UWA recebe uma chamada restrita.
    Muito intrigada decide atender, coisa que ela não gosta nada.

    Melina: Sim! Quem fala??

    Restrito: Melina vem urgentemente para o Hospital.

    Melina: O que? Mas agora, agora?

    Restrito: Sim. Tem que ser agora, é um caso de vida ou morte.

    Melina: Muito bem, vou já para ai.

    Melina desliga a chamada.

    No caminho até lá ia com a ideia que aquilo só podia ser uma partida de alguém, para ela não chegar a tempo a UWA.

    Já no hospital, mal põem um pé lá dentro..


    Enfermeira: Melina, ainda bem que podes-te vir. Não estavas ocupada pois não?

    Melina: Por acaso até estava a caminho de um sitio.

    Enfermeira: Não me digas que vais mesmo em frente com essa ideia de regressares?

    Melina: Sim, tenho essa ideia e vou regressar.

    Enfermeira: Não podes fazer isso. Fica aqui connosco, não podes nos deixar agora assim.

    Melina: Mas vou regressar e posso sempre fazer voluntariado, para vos ajudar.

    Enfermeira: E os teus doentes da manha, como ficam?! Eles sempre te deram força para seguires em frente quando andavas ai de cabeça baixa! Já te esqueces-te disso tudo?

    Melina: Eu não me esqueci, e estou muito agradecida pelo que fizeram por mim, e farei tudo o que estiver ao meu alcance para os ajudar enquanto estou fora daqui!
    Não será por ir fazer aquilo que sempre fiz e me dá muito mesmo muito gosto fazer que vou esquecer as pessoas que sempre estiveram do meu lado.

    Enfermeira: Não há nada que possamos fazer para te tirar essa ideia da cabeça pois não?

    Quando Melina ia a responder entrar um paciente em estado muito grave, e então leva-o para o bloco operatório.
    Enquanto fica a tratar do paciente lembra-se que hoje já não irá até ao recinto, mais um
    a vez.
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Dom Ago 07, 2011 5:01 pm

    5 horas depois

    Melina sai da sala de operações dirige-se até ao seu cacifo para trocar de roupa.
    Quando já se encontrava vestida ia a pegar na sua mal, é então que repara.


    Melina: Jacinta! Não me queres ver aqui estendida no chão pois não?

    Jacinta: Não, claro que não! Mas eu tinha que vir atrás de ti.

    Melina: Eu sei aquilo que tu queres que te diga, mas acho melhor não falarmos aqui! Não é o sitio apropriado para tal conversa.

    Jacinta: Ok. Então vamos falar onde?

    Melina: Cala-te e segue me.

    Melina e Jacinta dirigem-se cada uma para o seu carro e vão se embora.
    Jacinta sempre indo atrás de Melina.


    Uns 30 minutos depois já se encontravam em casa de Melina.

    Melina: Vou directa ao assunto Jacinta

    -Eu quero voltar a fazer aquilo que sempre fiz na minha vida, não sei fazer nada mais em condições como aquilo que fazia percebes?

    Jacinta: Enganas-te, acredita que te enganas muito. Tu lidas muito bem com os pacientes, alguns só querem ser atendidos, por ti, principalmente quando estás de serviço. E nunca te deixamos para trás, como já fizeram contigo. Tu és uma pessoa 5*, como achas que o resto do pessoal vai ficar?

    Melina: Muitos concordam com a minha ida para a UWA, eu sei que muitos não são todos, mas eu gostava muito de voltar.

    Jacinta: Eu percebo que o teu sonho seja aquele e tudo mais, mas nós queremos que te lembres de como és feliz aqui e a fazer o que fazes neste momento. Pensa muito bem naquilo que realmente queres e o mais importante para ti. Porque eu duvido que tu não gostes de praticar medicina, pois se não nunca tinhas vindo para este ramo.

    Pensa, pensa muito nisto.

    Jacinta sai pela porta da frente dirigindo-se para o seu carro, que se afasta com muita pressa, quase sem se saber quem ia no carro.

    Mais confusão para a minha cabeça, primeiro foi o que se passou antigamente na antiga WWE, agora é o trabalho que tenho neste momento e por sua vez que também gosto muito.
    Será que fiz bem em ter dito Sim quando me ligaram? Será que mereço dar uma segunda oportunidade na minha carreira de wrestler? Será que vou ser como antes, mas com mais objectivos do que antes?
    Será que tudo vai voltar a ser como antes e ser esquecida no mundo da wrestling? Será que conseguirei fazer as duas coisas? Caso decida fazer as duas coisas.
    Não irei ter tempo para nada. Terei mesmo que decidir o que fazer o mais rápido possível!

    Quem me dera ter a ajuda de alguém neste momento como antes tinha, nestas situações difíceis.
    Terei que dormir sobre o assunto e logo verei como será o resto da minha vida profissional.
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Dom Ago 07, 2011 5:28 pm

    Depois de ter arranjado com quem falar, decide ir para a praia onde encontra Mickie e tem um acidente ficando lesionada uns dias antes do combate.
    Melina tinha acabado de desligar a chamada e recebe logo outra mas esta anónima.


    Melina: Sim?! Quem fala?

    Restrito: (desfarsando a voz) És a Melina não és?

    Melina: Sim, e tu quem és? Não conheço a tua voz de lado nenhum, mas ao mesmo tempo é me familiar!

    Restrito: Eu sou o teu pior pesadelo! Vais desejar nunca me ter visto a frente!

    Melina: Mas olha lá tu vais ou não ganhar coragem e dizer-me quem és?

    Restrito: Com o tempo irás saber quem sou eu, mas olha toma muita atenção para os sítios que vais, pois nunca se sabe o que te pode acontecer

    Melina: Bem meu/minha querido/a se pensas que eu fico com medo, só com essas ameaças estas muito enganado/a, nem tu nem ninguém me mete um pouco que seja de medo, agora ganha juízo e fica no teu sitio.

    Restrito: Não te iludas com essas tuas fantasias. Quando menos esperares eu estarei de novo a tua frente.

    Melina: A mim não me metes medo e olha agora adeus porque tenho mais que fazer do que aturar criancices de gentinha insignificante como tu.

    Melina desliga a chamada sem conseguir perceber o que estavam a combinar do outro lado da linha.

    Despedindo-se dos seus colegas e pacientes, Melina dirige-se para casa, onde se encontrava alguém a sua espera.


    Muito boa tarde nós somos repórter’s e gostaríamos de lhe dar umas palavrinhas, seria possível?


    Melina: Sim! Porque não?!

    Entretanto preparam tudo muito rápido e acção

    Camera on

    Repórter: Muito bem Melina como se encontra neste momento depois de uma derrota como a que teve no combate passado?

    Melina: Querida repórter como vê eu só me encontro mal derivado ao acidente que tive a 2 dias atrás, porque de resto encontra-se tudo bem.

    Repórter: Mas não se encontra nem um pouco preocupada com a sua derrota?

    Melina: Minha queridinha repórter, eu não posso ficar sempre a pensar nas injustiças que acontecem se não, não faço mais nada da vida não acha?

    Repórter: Sim é verdade, mas nós gostaríamos de saber mais sobre o que aconteceu!

    Melina: O que aconteceu foi o que viram na televisão ou até mesmo no edifício, porque se não me engano vocês estavam no recinto. Não há mesmo mais nada a acrescentar sobre o meu anterior combate, tenho muito mais com que me preocupar neste momento.

    Repórter: Muito bem, já vimos que não nos dirá nada mais sobre o combate anterior, mas será que nos pode dizer algo sobre o seu próximo combate ou já esta muito cansada?

    Melina: Menina eu nunca estou cansada, sim posso lhe dar uma ou outra palavrinha sobre o combate.

    Repórter: O que acha do regresso de Lita?

    Melina: Não tenho nada que achar ou deixar de achar algo, mas por um lado foi bom ela ter voltado mas quem deveria de voltar neste memento encontra-se doente e será então impossível o seu regresso. Não era isso que vocês gostariam de ouvir como respostas mas é a reposta que tenho para vocês.

    Repórter: Pois mas…continuando….O seu combate irá se realizar ou não poderá comparecer e assim perder por falta de comparência?

    Melina: (já um pouco cansada de perguntas um pouco parvas) Mas é claro que eu irei ao meu próprio combate, mas porque raio é que eu não iria?

    Repórter: Derivado ao que lhe aconteceu ao pé!

    Melina: O meu pé pode até não estar em bom estado, mas fique descansada que eu não irei desiludir nenhum dos meus fãs e muito menos irei dar o prazer a minha adversaria de me vencer assim tão facilmente, pois tanto eu como ela gostamos de combates equilibrados e que nos façam dar muito luta porque combates simples é para fracos.

    Repórter: Então quer diz que….

    (Melina tira o micro da mão da repórter interrompendo o que esta ia dizer)

    Melina: Meninos e meninas eu estarei no meu combate para combater nem que tenha que ir de muletas, agora peço para vocês aguardarem até segunda feira para verem o espectáculo que vos irei mostrar como demonstração das minhas capacidades no ringue.

    O camera men filma Melina até esta desaparecer para dentro de casa.

    Camera off

    Ao entrar em casa Melina tem um surpresa a sua espera.
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Dom Ago 07, 2011 5:32 pm

    Na noite seguinte Melina, encontrava-se a ver uma comedia na televisão, quando o seu mordomo aparece com uma carta.
    Melina ao pegar na dita carta vê que não tem remetente.

    Interrogando-se de quem seria decide abri-la.

    Carta:

    Melina nós avisamos-te que mais tarde ou mais cedo algo te ira acontecer, por tanto aqui está mais uma prova.
    Acreditas-te mesmo que aqueles eram mesmo repórter’s?
    Mas não eram, aquilo tudo foi um plano para podermos tirar partido da tua voz e seguirmos com o que temos em mente.
    Vamos fazer de tudo para tu saíres prejudicada em tudo o que faças, até mesmo no teu querido hospital mas o melhor será nos teus combates, que tanto fazes por amor a tua profissão.
    Podes ficar a espera que daqui a umas horinhas irá te aparecer uma coisa em casa que vais desejar nunca ter visto.

    Com os piores comprimentos, o/a teu/a destruidor/a

    (Pensamento)

    Mas que raio vem a ser isto?!
    Só pode andar a brincar comigo, tenho que descobrir quem é que anda com esta palhaçada.
    Nada poderão fazer para eu desistir do meu combate, como deve de ser o pretendido, mas estão mesmo muito enganados se pensam que irei lhes dar esse privilégio.
    Nunca na vida (grita em pensamento)

    Umas boas horinhas depois Melina estava a abrir o seu armário para tirar a sua camisa de dormir quando ao abrir a porta vê um boneco pendurado com uma corda ao pescoço e com uma mensagem escrita.

    Mensagem:

    Estás a ver esse bonequinho muito giro?
    É claro que estás pois se não, não estarias a ler esta mensagem especialmente feita para ti.
    Isto é que poderá te vir a acontecer, mas atenção será quando tu menos esperas.
    E agora vou te deixar ir dormir com os anjinhos em forma de diabinhos, pois não te iremos assustar de uma só vez, irá ser tudo feito aos poucos para sofreres aos poucos como eu sofri, por tua culpa.

    Depois de terminada a leitura Melina decide ligar para a sua amiga e convida-la para vir ter com ela de manha para tomarem o pequeno-almoço juntas e falarem sobre o que se anda a passar.

    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Qui Ago 11, 2011 2:16 am

    Na manhã seguinte Melina é acordada pela sua amiga. Estava uma manhã encantadora e ainda se podia sentir aquela brisa suave. Melina e Mickie abrem as janelas dos quartos para deixar entrar os raios de sol e aquele ar tão ameno. De seguida, as duas descem as grandes escadarias, tapadas por longas e robustas carpetes vermelhas, para irem tomar o pequeno-almoço à cozinha. Ao chegarem a meio das escadas, deparam-se com um presente no fundo das mesmas. Melina fica sem reacção por momentos. O seu coração batia tão forte que quase jurava que Mickie o conseguia ouvir! Quando voltou a cair em si, desceu as escadas a correr, pegou na caixa e pousou-a de lado, chamando a amiga para irem comer, avisando que depois logo abriria o presente desconhecido.
    O pequeno-almoço estava preparado. As duas comem umas torradas com pouca manteiga, um sumo de laranja natural e um pouco de café no final. Ao terminarem, Mickie não consegue deixar de questionar a amiga.

    Mickie: Melina, de quem era o presente?

    Melina: Não sei Mickie, mas também gostava de saber. À uns dias que ando a receber umas ameaças um pouco estranhas…

    Mickie (fazendo uma cara séria): Ameaças?! Mas que ameaças? Tu não me falas te de nada!

    Melina: Por isso mesmo é que te pedi para cá vires, tenho umas coisas para te mostrar.

    Melina sobe rapidamente as escadas e dirige-se ao seu quarto, trazendo com ela a carta e o boneco com a mensagem. Ao chegar à sala mostra logo a carta a Mickie, juntamente o boneco.

    Carta:

    Melina nós avisamos-te que mais tarde ou mais cedo algo te ira acontecer, por tanto aqui está mais uma prova.
    Acreditas-te mesmo que aqueles eram mesmo repórter’s?
    Mas não eram, aquilo tudo foi um plano para podermos tirar partido da tua voz e seguirmos com o que temos em mente.
    Vamos fazer de tudo para tu saíres prejudicada em tudo o que faças, até mesmo no teu querido hospital mas o melhor será nos teus combates, que tanto fazes por amor a tua profissão.
    Podes ficar a espera que daqui a umas horinhas irá te aparecer uma coisa em casa que vais desejar nunca ter visto.

    Melina: Essa foi a carta agora vê o boneco com a mensagem…

    Mensagem:

    Estás a ver esse bonequinho muito giro?
    É claro que estás pois se não, não estarias a ler esta mensagem especialmente feita para ti.
    Isto é que poderá te vir a acontecer, mas atenção será quando tu menos esperas.
    E agora vou te deixar ir dormir com os anjinhos em forma de diabinhos, pois não te iremos assustar de uma só vez, irá ser tudo feito aos poucos para sofreres aos poucos como eu sofri, por tua culpa.


    Mickie fica pálida e deixa cair o queixo, tal o espanto ao ler aquilo tudo. Ainda mais chocada fica com o boneco com uma corda ao pescoço.

    Melina fica a olhar para Mickie quando esta diz algo.

    Mickie: Mas tu já contaste a alguém o que te andam a mandar? Já foste a policia? Melina, tens que fazer algo!

    Melina: O que queres que faça? Eu já estou a tentar descobrir quem me anda a enviar estas coisas, mas o pormenor é entrarem na minha casa sem ninguém saber e sem ninguém dar conta !Mas eu vou descobrir quem é que me anda a fazer isso, fica descansada.

    Mickie: Como queres que fique descansada, sabendo que uma amiga minha anda a ser alvo de ameaças? Não há como estar descansada!

    Mickie dirige-se até onde a sua amiga colocara o presente e decide abri-lo.Ao abri-lo encontra lá um CD que tinha como titulo “Ai de ti que contes a alguém”. Mickie engole em seco, assustada.Decide então, ir ter com a sua amiga e coloca o CD no leitor de DVD’S para verem o que se encontrava no mesmo .

    Ao passarem a gravação ficam chocadas com o seu conteúdo. Era tudo menos agradável! Parecia o inferno! Só se via sangue em todo o lado, pessoas com mascaras, espancando uma rapariga amarrada, amordaçada e desidratada, num chão imundo. A rapariga tentava gritar, mas já não tinha voz, tal as dores que sentia.

    Melina pára a gravação completamente em choque.

    Melina: Mickie, eu não acredito nisto! Esta gente é mesmo doida!! Como são capazes de fazer aquilo a pessoas inocentes e que nem têm nada haver comigo?! Eu ainda estou parva com isto…

    Mickie: Eu acredito, nem eu consigo acreditar no que acabamos de ver… Mas repara bem que no final aparece umas letras em ponto pequeno que dizem:



    Melina: Mickie, mas o mais estranho, é que aquela pessoa é-me familiar… mas não estou a ver de onde.

    A gravação tinha várias falhas, que impediram as raparigas de poderem ver bem os rosto da rapariga.

    Mickie: Mas tens que fazer alguma coisa em relação ao que te estão a fazer não achas?

    Melina: Mas eu vou saber quem é a pessoa e só depois farei algo. Eu não posso prejudicar ninguém, não quero que saiam magoadas pessoas por minha causa!

    Mickie: Eu percebo isso mas…

    Mickie é interrompida por Melina, pois esta encontrava-se a queixar –se do seu pé. Foi então que Mickie olha para ela e vê que esta estava a sangrar bastante.

    Mickie: Melina, tu já foste ao hospital depois do combate?

    Melina: Não, eu estou bem! (agarrando-se com força a sua perna)

    Mickie: Não! Tu não estás nada bem! Olha me para esse sangue todo?!

    Mickie não a deixa responder e agarra nela, levando-a imediatamente para o hospital.
    Ao chegarem, Melina encontrava-se branca pois tinha perdido muito sangue. Mickie fala com os médicos enquanto Melina é tratada e tem a informação de que a amiga tem que passar lá a noite.
    avatar
    Tanana

    Mensagens : 72
    Data de inscrição : 22/12/2008
    Idade : 27
    Localização : Moscavide

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Tanana em Sab Ago 13, 2011 11:16 pm

    Podiam observar-se as pálidas quarto paredes e sentir aquele cheiro tão característico dos hospitais. Havia uma pequena televisão na parede pousada num suporte preto, que contrastava com o branco das paredes e dos mais variados aparelhos médicos que se encontravam no quarto. Os raios de sol entravam pela pequena janela entreaberta. Era de manhã. Melina acorda um pouco atordoada devido a todos os medicamentos que teve de tomar e à transfusão de sangue a que foi sujeita. Chamou pela sua amiga que se encontrava meio adormecida no cadeirão ao lado da sua cama.

    Mickie ao ouvir a sua amiga a chamar por si, acorda assustada, virando -se imediatamente para esta. Ao ver que a amiga se encontrava bem, apesar de um pouco confusa, decide chamar o médico para saber se já poderia levá-la para casa.

    Depois de uns bons minutos a falar com o médico, tentado de todas as formas convencê-lo a deixar levar Melina para casa, lá consegue.

    A caminho de casa, Melina estava muito pensativa. Mickie repara e pergunta-se no que será que esta estaria a pensar. Apesar da curiosidade, decide não interromper os pensamentos da Diva.

    Pensamento:

    O meu combate foi tão injusto! Como foi possível ela conseguir vencer-me?! Só mesmo com ajuda das cordas é que ela vai lá!
    Estou melhor que ela? Ou será só impressão minha?! Eu acredito mesmo que tenha sido possível o arbitro não ter reparado no que ela fez… Mesmo assim, é tão injusto! Eu merecia vencer!
    Estava lesionada, mas mesmo assim estava a dar-lhe mais do que alguma vez pensei poder fazer estando assim, nesta condição física.
    Mas paciência, ela sai vitoriosa mas também há de ter aquilo que merece.

    A vingança serve-se fria!! (diz falando em voz alta para si mesma)

    Mickie ficou a olhar para Melina sem saber o que dizer e pensar daquelas palavras proferidas por Melina em voz alta.

    Ao chegarem a casa de Melina, Mickie decide entrar e conversar com esta para lhe dar na cabeça, sobre o que a Diva andava a fazer. Não andava a ser responsável, precisava de alguém que lhe abrisses os olhos.

    Mickie: Mel, agora que estamos em tua casa e sozinhas, podes me explicar umas coisinhas?

    Melina: Claro, querida! Chuta lá as tuas perguntas. (diz num tom de brincadeira, pensando que esta estava na brincadeira)

    Mickie: Amiga, como foste capaz de ir combater naquele estado e, pior ainda, depois do combate não ires ao médico para tratares desse pé?

    Melina: Eu não podia perder aquele combate por nada deste mundo, aquilo é a minha vida e tu tão bem como eu sabes que é verdade…

    Mickie: Eu percebo isso… Mas foste irresponsável! Rebentas-te os pontos com essa brincadeira, passaste a noite a deitar sangue e aos poucos ficaste como ficaste, tendo ontem que ir para o hospital. E para quê? Para teres perdido aquele combate?!

    Melina interrompe

    Melina: Mickie, eu só perdi o combate porque ela usou as cordas para o conseguir! Viste muito bem ou não viste? Eu perdi injustamente, sabes bem que é verdade. Ela fez batota!

    Mickie: Sim, perdeste injustamente! Mas devias de ter ido logo ao médico, isso não justifica a tua falta de consciência, não achas?

    Melina: Ok, tens razão! Desculpa, nunca mais volta a acontecer.

    Mickie: Espero bem que não Melina, se não vou me chatear contigo… (ri-se) Mas mudando de assunto…Já viste contra quem vais combater?

    Melina: Eu não, como queres que tenha visto se passei a noite no hospital?

    Mickie: Ah, pois…Esquece! (ri-se) Eu digo-te… Mas não queres adivinhar?

    Melina: Contra a Lita de novo? Para poder ter a minha desforra e mostrar quem é a grande lutadora?

    Mickie: Nada disso, é contra o Triple H e o CM Punk, sendo um combate de tag team e o teu companheiro/a é o/a…


    Melina interrompe…

    Melina: Não me digas que é quem eu estou a pensar?

    Mickie: Melina, calma sim? O teu parceiro é o Mysterio.

    Melina: A sério? Será bastante interessante, então.

    Mickie: Mas vamos lá ver se tu estarás em condições de ir combater até lá, não te esqueças do pé.


    Melina: Ok, já percebi mamã. (diz num tom de brincadeira)

    Mickie acompanha os risos mas lembra que ficará de olho em Melina.

    Melina e Mickie decidem ir até a piscina privada desta para se poderem refrescar um pouco, pois estava calor, sendo o mais irónico o facto de Melina se encontrar com o pé lesionado, mas sentia-se bem dentro de água. As duas aproximam-se da piscina, quando reparam numa mancha avermelhada no fundo da mesma.

    Melina e Mickie: Mas o que é aquilo?!? (Dizem ao mesmo tempo, com ar assustado)


    Conteúdo patrocinado

    Re: Melina Perez

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Jun 24, 2018 6:43 am